sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Plataforma online vai encurtar o caminho de produtos da Amazônia



Nos dias 1 e 2 de fevereiro, o IMAFLORA promoveu a capacitação dos indígenas da etnia Kayapó, representados pelo Instituto Kabu, para a operação da plataforma digital desenvolvida para facilitar a comercialização de produtos extrativistas da região. 
 
A atividade aconteceu em Novo Progresso, no Pará e teve a participação de 14 pessoas. O Instituto Kabu, trabalha com 10 aldeias Kayapós, sendo que duas estão na Terra Indígena do Baú e 8 na Terra Indígena Mekrãgnoti. 

O Instituto Kabu foi criado em 2008, em Novo Progresso, no Pará, pelos próprios índios Kayapó Mekrãgnoti, que além de lutarem pelos direitos dos Mekrãgnoti na proteção do seu território, desenvolvem atividades de produção, como artesanatos e alimentos com diferencial cultural étnico, realizado a partir da transferência dos conhecimentos tradicionais de geração para geração. O Instituto também trabalha com o  fortalecimento das cadeias produtivas.

(Foto: participantes no final da capacitação)
















Compartilhe